Blog

07
Dez'17

A utilização do mel como fonte de energia

0 comentário(s) Mel
 A utilização do mel como fonte de energia

A alimentação desempenha um papel importante na atividade física, pois prepara o organismo para o esforço fornecendo nutrientes necessários que irão variar de acordo com o tipo de exercício e o objetivo que se pretende alcançar como, por exemplo, perda de peso ou ganho de massa muscular. Os carboidratos, primeira fonte de energia, são essenciais para dar energia ao organismo, ajudam a preservar as proteínas teciduais, funcionam como um ativador metabólico e são essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso central. Quando falamos em carboidratos, nos referimos aos açúcares e não podemos deixar de citar o produto natural produzido pelas abelhas: o mel.

O mel é uma mistura natural de glicose e frutose, com alguns oligossacarídeos, proteínas, vitaminas e minerais. Embora, carboidratos, proteínas e gorduras possam ser usados como substrato, a glicose é a fonte preferida para fornecimento de energia. Estudos mostram que a ingestão de carboidratos antes, durante e depois dos exercícios afetam o desempenho do atleta e visto que a capacidade de fornecimento de energia influencia muito o desempenho deles o mel pode ser considerado uma fonte natural e econômica de açúcares, pois estudos demonstraram que sua ação é semelhante à dos carboidratos comercialmente disponíveis no mercado.

Sabe-se que 30g de mel (2 colheres de sopa) equivalem em média a 24g de carboidrato, tornando-o um alimento de alto índice glicêmico. Esse produto das abelhas é formado por 30% de glicose, menos de 40% de frutose e cerca de 20% de outros tipos de açúcares. Estes últimos fazem toda a diferença já que são mais complexos e exigem do corpo mais energia para quebrá-los. Para fazer isso, o organismo usa mais calorias, o que diminui o excesso de glicose que é armazenada em forma de gordura.

Enfim, uma alimentação adequada é necessária para suprir a demanda energética requerida pelo exercício tanto para esportistas amadores e atletas, por isso se faz necessário o acompanhamento do profissional nutricionista. O mel é uma alternativa natural que poderá ser inserida no plano alimentar como um recurso na obtenção de energia.

REFERÊNCIAS

1.Paes, S.R. Conhecimento nutricional dos praticantes de musculação da secretaria de estado de esporte do distrito federal. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. v. 6. n. 32. p. 105-111. Março/Abril. 2012. ISSN 1981-9927.

2. Silva, R.A at all. Composição e propriedades terapêuticas do mel de abelha. Alim. Nutr., Araraquara v.17, n.1, p.113-120, jan./mar. 2006.

3. Acesso em: 06/12/2017. Disponível em < http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/nutricao/noticia/2016/07/fonte-energetica-mel-pode-substituir-gel-carboidrato-em-exercicios-longos.html>

4. Acesso em: 07/12/2017. Disponível em < https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/nutricao/mel-e-mesmo-mais-saudavel-que-acucar-entenda,a2a719080e186410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html >

NEWSLETTER
Assine nossa newsletter e receba dicas e novidades!