Blog

09
Jan'18

Alecrim do Campo

0 comentário(s) Plantas
Alecrim do Campo

Nome científico: Baccharis dracunculifolia

Nomes populares: Além de alecrim-do-campo, o apelido mais conhecido desta espécie é vassourinha, porque a planta era muito utilizada para a fabricação de vassouras empregadas na limpeza das cinzas de fornos a lenha

Classificação: O alecrim-do-campo é uma das cerca de 23 mil espécies que pertencem à família Asteraceae ou Compositae, da qual fazem parte a camomila, a alcachofra e a alface. Faz parte do gênero Baccharis, o mesmo da carqueja (Baccharis trimera), da assa-peixe branco (Baccharis trinervis) e de cerca de outras 500 espécies.

Distribuição: Planta nativa da América do Sul, o alecrim-do-campo pode ser encontrado sobretudo em países como Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia. No Brasil, ocorre nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, principalmente nas áreas de cerrado. Aliás, essa área é um possível centro de origem do gênero Baccharis, uma vez que há uma grande concentração de espécies na região.

Características: Espécie arbustiva, muito ramificada e perene, o alecrim-do-campo pode chegar a três metros de altura. Possui estruturas denominadas tricomas que contém substâncias que impedem insetos e outros predadores de devorar seus tecidos vegetais. Embora a planta seja selvagem, não domesticada para produção comercial, seu cultivo pode ser realizado por meio de sementes. Além disso, é considerada uma espécie invasora de pastagens

Fonte: Dr. Marcos Nopper Alves, biólogo, pesquisador da Divisão de Agrotecnologia do CPQBA, Unicamp; Ademar Alves da Silva Filho, pesquisador do Laboratório de Farmacognosia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto (Link)

NEWSLETTER
Assine nossa newsletter e receba dicas e novidades!