Blog

25
Abr'18

A importância da abelha como agente polinizador

0 comentário(s) Plantas
A importância da abelha como agente polinizador

A polinização é o ato de condução dos grãos de pólen de aparelho reprodutor masculino para o feminino em gimnospermas e angiospermas, ou seja, em vegetais superiores. Sendo um processo essencial para a reprodução sexuada e manutenção da variabilidade genética das plantas, pode ser apontado como o mais importante benefício das abelhas para a humanidade. Sabe-se que as estimativas são que aproximadamente 80% das espécies vegetais cultivadas no mundo sejam polinizadas por alguma espécie de abelha.

As abelhas são consideradas eficientes na polinização de numerosas plantas economicamente importantes. A polinização realizada por elas e outros insetos beneficiam muitas culturas como, por exemplo, da cebola, tomate, maracujá, caju, acerola, soja, algodão maçã, melão, entre outras.

Como esses insetos são alados (capaz de voar), isto lhe dá grande mobilidade e lhes permite a passagem de uma flor a outra, ou de uma planta a outra, com extrema rapidez. Além disso, as abelhas possuem pilosidade abundante e corbículas que lhes permitem carregar grandes quantidades de pólen (órgão sexual masculino das flores). Quando um inseto pousa em uma flor, seu corpo fica coberto de pólen, que é redistribuído assim que ele pousa em outra flor (mistura de pólens entre as flores masculinas e femininas), tornando possível o evento da polinização. Algumas plantas são tão dependentes deste fenômeno que apresentam flores especialmente modificadas com atrativos como cores fortes e odores, além do néctar, para seduzir os polinizadores, que auxiliam na reprodução e consequente aumento da produtividade.

Os benefícios da polinização interferem diretamente em vários aspectos dos vegetais, pois ela contribui para o aumento no número de vagens, frutos vingados, número de grãos por vagem, melhora na qualidade dos frutos, aumento do teor de óleos, uniformidade no amadurecimento dos frutos, entre outros. Artigos afirmam até que na ausência da abelha como agente polinizador há a redução na produção de frutos e também redução no seu tamanho. É por isso que é comum alguns produtores recorrerem ao aluguel de colmeias para instalação próximas de suas plantações para incentivar o processo de polinização, já que uma pesquisa  comprovou que a visita de abelhas aumentou a frutificação, por exemplo, das flores de laranja, pois para a mesma espécie e variedade de laranja foram encontrados frutos maiores, mais doces e com maior quantidade de vitamina C na presença de abelhas, quando comparado ao tratamento sem abelhas. Outro exemplo do benefício da polinização das abelhas é na produção de sementes de cebola, estudos mostraram que a produtividade das sementes aumentaram consideravelmente através do uso intensivo de abelhas como agentes polinizadores.

Enfim, a preservação das abelhas por meio, por exemplo, da não utilização de pesticidas nas plantações, não utilização de produtos químicos no controle de pragas nas colônias de abelhas, incentivo ao uso de métodos de controle biológico entre outros é de extrema importância, pois a ausência desse serviço de polinização pode afetar negativamente a reprodução sexuada e a diversidade genética das plantas, além de comprometer a produção de alimentos e produtos relacionados.

Referências

1.Conceição,E.S et al. A entomofilia do coqueiro em questão: avaliação do transporte de pólen por formigas e abelhas nas inflorescências. Neotropical Entomology 33(6):679-683 (2004).

2.Maia, F.MC;et al. Aspectos econômicos e sustentáveis da polinização por abelhas. Sistemas de Produção Agropecuária (Ciências Agrárias, Animais e Florestais) – Ano 2010

3.Witter,S; Blochtein,B. Efeito da polinização por abelhas e outros insetos na produção de sementes de cebola. Pesq. agropec. bras., Brasília, v. 38, n. 12, p. 1399-1407, dez. 2003

NEWSLETTER
Assine nossa newsletter e receba dicas e novidades!